1. HOME
  2. »
  3. Investimentos
  4. »
  5. LCA: o que é e como começar a investir

LCA: o que é e como começar a investir

Na imagem, gráficos desenhados em um papel e uma caneta por cima.

O LCA, ou Letras de Crédito do Agronegócio, se tornou uma febre no setor de investimentos. Os papéis, juntamente com os do LCI, sigla de Letra de Crédito Imobiliário, são bastante procurados pelos investidores.

De modo simples, podemos entendê-las como uma modalidade de empréstimo que os investidores fazem as instituições financeiras emissoras, para investimentos no agronegócio

Setor este que vem se destacando no mundo dos negócios e o mercado no Brasil é um dos mais atrativos do mundo. 

E essa afirmação não é um exagero, porque de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE) no ano de 2020, houve safra recorde na produção de grãos, com 254,1 milhões de toneladas

Portanto, se você investe ou pensa em investir em LCA, mas não sabe por onde começar, ou quer mais informações sobre esse ativo, não se preocupe. Nós vamos te ajudar!

Preparamos este post com todas as informações necessárias sobre o LCA, para você entender o que ele é, como funciona e como começar a investir nele. 

Continue conosco e boa leitura!

LCA

O que é LCA? 

O LCA é o empréstimo que você e demais investidores fazem as instituições financeiras para que o valor seja disponibilizado como recurso aos produtores rurais ou cooperativas.

Essa é uma maneira de incentivar o agronegócio, pois as instituições podem oferecer linhas de crédito especiais para os produtores. 

Dessa forma, o produtor devolve o valor à instituição financeira, como por exemplo, ao banco, com o acréscimo dos juros, e essa é a quantia que será destinada para os investidores que emprestaram o dinheiro. 

Como o produtor rural precisa fazer o preparo da terra, selecionar sementes, e colheita, ele investe em produtos como equipamentos, máquinas e mão de obra para garantir uma boa safra. Mas, para isso, é preciso ter recursos. 

Portanto, o investimento LCA está intimamente ligado às atividades produtivas no país, beneficiando tanto os produtores quanto os investidores.

Como funciona?

O funcionamento da LCA e LCI são semelhantes aos fundos de renda fixa. No entanto, eles possuem alguns pontos específicos para os investimentos. Conheça mais sobre eles:

Liquidez

Na LCA e LCI a liquidez é inferior em relação aos outros produtos de renda fixa. Ou seja, não dá para sacar esse valor a qualquer momento, mas você pode negociar no mercado secundário caso tenha disponibilidade.

Assim, ambos os investimentos precisam obedecer ao tempo mínimo, determinado por regulação do Conselho Monetário Nacional (CMN).

Na LCA, o prazo é de 90 dias, mas pode ser maior, dependendo da remuneração que estiver atrelada ao título. 

Rentabilidade

Tanto as LCIs quanto as LCAs seguem uma lógica parecida de remuneração para quem nelas investem.

Ou seja, ou seus papéis podem ser pós-fixados ou prefixados. Eles também podem ser atrelados à variação da inflação.

Taxas e tributação

A LCA e a LCI são isentas de Imposto de Renda. Ou seja, a rentabilidade obtida já é líquida e não há nenhum desconto para o investidor. 

Outros tipos de investimentos da renda fixa costumam cobrar o Imposto de Renda do investidor. Com isso, surge também uma vantagem para quem investe no LCA. 

Qual é o rendimento atual da LCA? 

O rendimento atual da LCA pode ser tanto prefixado quanto pós-fixado, além de estarem atreladas à inflação. Neste caso, veja como fica em cada situação.

Letras prefixadas: aqui o investidor recebe uma taxa de juros no momento em que faz a aplicação. Ela pode ser de 5% ou 7% ao ano, por exemplo

Letras pós-fixadas: nesse caso, o investidor receberá um indicador de referência para a remuneração da LCI ou da LCA. Geralmente é a taxa do CDI, principal referência de rentabilidade da renda fixa.  

Letras atreladas à inflação: aqui o investidor obtém um papel em que a remuneração tem uma parte prefixada e outra pós-fixada, que seria a variação da inflação medida pelo IPCA.

Qual é a diferença entre LCA e LCI? 

Existem algumas diferenças entre a LCA e LCI que devem ser consideradas por quem quer investir. 

Veja abaixo as principais:

  • Propósito: basta olhar as letras para ver que cada um tem o seu propósito. Enquanto LCA é destinada para o agronegócio, o LCI é destinada ao mercado imobiliário;
  • Destinatário: a LCA empresta dinheiro aos produtores rurais e na LCI quem recebe são construtoras e financiamentos imobiliários.
  • Disponibilidade: na LCA e na LCI a disponibilidade é variável. A diferença é que 

no período de expansão da atividade agrícola, há mais letras disponíveis. 

Vantagens de investir em LCA

Apesar de ser um investimento de renda fixa, a LCA apresenta vantagens para os investidores.

Ela pode ser um instrumento interessante para variar a carteira de investimentos, especialmente se você gosta de papéis de crédito bancário.

A variação de instituições em que as letras podem ser emitidas permite que os investidores tenham mais opções para investir, com a garantia do Fundo Garantidor de Crédito (FGC).

E isso é vantajoso para o investimento, mesmo que sua rentabilidade não seja do mesmo patamar de outros ativos financeiros. 

Existem riscos para esse investimento? 

Sabemos que quando o assunto é investimentos, o risco é existente, independente do seu grau e mesmo que sejam de renda fixa. 

Mesmo que a LCA e LCI sejam operações de empréstimo imobiliário ou agrícola, a compra desses papéis não isenta o investidor do risco geral da instituição financeira que os emitiu. 

Em outras palavras, se o banco apresentar algum problema de liquidez, os investidores também sentirão este impacto.

Como faço para investir?

Agora que você já sabe o que é a LCA e como funciona, e se interessou em começar a investir, você pode estar com dúvidas sobre como dar o primeiro passo.

Assim, acompanhe abaixo um passo a passo de como investir nesse ativo. 

Escolha um banco ou corretora 

As LCA geralmente são vendidas pelos bancos, sendo emitidas pela própria instituição. Já as corretoras distribuem LCIs e LCAs de vários bancos, com chances de os investidores terem papéis mais rentáveis e diversificados.

Pesquise qual título quer comprar

Saiba a  diferença entre os títulos prefixados e pós-fixados. Faça uma comparação e veja qual a melhor para as suas necessidades e que ofereça uma remuneração mais atrativa. 

Os títulos prefixados são ideais para quem quer apostar na queda dos juros ao longo do período de aplicação.

Faça uma avaliação do valor mínimo

A exigência de um valor mínimo de aplicação varia bastante, de acordo com o nível de risco e o potencial de retorno. Normalmente, as LCIs e LCAs que apresentam melhor remuneração exigem a aplicação de R$ 30 mil ou R$ 50 mil.

Não ultrapasse o limite de R$ 250 mil

A garantia do FGC tem o limite para aplicações de até R$ 250 mil por instituição financeira. Por isso, não ultrapasse esse valor. Caso queira investir mais, é interessante buscar outras opções.

Atente-se ao prazo de vencimento

É importante ficar atento ao prazo dos vencimentos de LCA e LCI, porque eles variam de acordo com as características de cada título. Normalmente, quanto maior o prazo de vencimento, maior a rentabilidade

LCA

Comece a investir em LCA com a Átrio Investimentos 

Para começar a investir em LCA, uma assessoria de investimentos é indicada para garantir a segurança e boa rentabilidade, com as melhores opções. 

Por isso, conte com a Atrio investimentos. Contamos com uma equipe de assessores altamente qualificados e com experiência de mais de 20 anos atuando no mercado financeiro.

Portanto, trazemos ao cliente a maior plataforma de produtos financeiros da América Latina. Além de produtos financeiros, você também contará com informações atualizadas sobre o mercado e os principais indicadores econômicos e seus respectivos impactos sobre o patrimônio.

Acesse o nosso site e conheça mais sobre os nossos serviços. Seja um investidor de sucesso com a Atrio Investimentos

 

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

quer saber mais sobre investimentos?