1. HOME
  2. »
  3. Negócios
  4. »
  5. Mercado financeiro: entenda o que é e como ele funciona

Mercado financeiro: entenda o que é e como ele funciona

Muitas pessoas querem investir no mercado financeiro, mas antes é preciso conhecer o que é e como ele funciona. Assim, confira neste post mais sobre esse assunto e se prepare para fazer seus investimentos no mercado financeiro!

O mercado financeiro, basicamente, abrange as operações de compra e venda de ativos financeiros. Entender o que ele é e como ele funciona é o primeiro passo para se tornar um investidor

Quer saber mais sobre esse assunto? Então continue a leitura deste post e descubra!

O que é o mercado financeiro?

O mercado financeiro é uma espécie de ambiente onde são negociados diversos tipos de mercadorias. 

Essas mercadorias podem ser:

  • Câmbio, troca de moedas estrangeiras;
  • Produtos agrícolas;
  • Ouro;
  • Valores imobiliários, como ações, títulos e opções.

Para que essas negociações aconteçam, elas são intermediadas por instituições financeiras autorizadas a realizar essas operações no país. 

Essas instituições facilitam as operações no mercado financeiro, e tem ainda, um papel importante na dinâmica da economia do país.

O investidor também tem papel fundamental no mercado, pois é ele que disponibiliza os recursos financeiros para aqueles que precisam do dinheiro, em troca do pagamento de juros. 

Os órgãos que regulam e fiscalizam o mercado financeiro, trabalham para que o investidor tenha a garantia do cumprimento das diretrizes acordadas entre as partes.

Alguns títulos, como os de renda fixa, por exemplo, o investidor consegue ter uma previsão da valorização do seu investimento. 

Entretanto, o mesmo pode não ocorrer em outras operações, é o caso da renda variável e ações, que não são possíveis garantir se o investidor terá ou não retorno, pois podem valorizar ou desvalorizar, conforme as oscilações do mercado.

Enquanto o investidor coloca seu dinheiro em ativos, as instituições utilizam esses recursos para  emprestar a empresas, pessoas que necessitam de valores para financiamento de bens, empréstimos para compra de equipamentos, quitação de dívidas, entre outros fins.  

Dessa forma, o mercado financeiro é por onde acontece o fluxo da economia de um país. 

Como funciona o mercado financeiro?

Para se ter uma ideia de como funciona o mercado financeiro, suponha que um investidor faz aplicações em Certificado de Depósito Bancário (CDB), esse valor é aplicado a juros prefixados, que após o prazo, pode ser resgatado.

Esse valor investido, as instituições financeiras utilizam para emprestar a pessoas físicas e jurídicas, e a taxa de juros cobrada deve ser maior do que o investidor receberá pelo seu investimento. 

Com isso, o investidor tem retorno do valor aplicado, às instituições intermediárias também, e quem precisa de recursos tem acesso a empréstimos e financiamentos. 

Assim, os bancos e instituições financeiras permitem que ambas as partes, investidor e tomador, consigam obter valores decorrentes dessa intermediação no mercado financeiro. 

Quais são as principais instituições do mercado financeiro do Brasil

As principais instituições do mercado financeiro do Brasil são o Banco Central (BACEN) e a Comissão de Valores Mobiliários (CVM), além das instituições financeiras responsáveis pela realização das intermediações. 

Banco Central (BACEN)

O Banco Central (BACEN) é uma  autarquia do governo federal, vinculada ao Ministério da Fazenda, sendo de sua responsabilidade gerir a política econômica do país. 

As principais funções do BACEN:

  • Executor da política monetária;
  • Executor da política cambial e depositário das reservas;
  • Emitir moeda;
  • Fiscalizar a atuação de bancos e instituições financeiras que atuam no país;
  • Garantir que as operações de crédito e investimentos sejam realizadas com transparência;
  • Supervisionar o sistema financeiro.

Comissão de Valores Mobiliários (CVM)

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) é uma autarquia vinculada ao Ministério da Economia, sendo sua responsabilidade restringir e punir as instituições que não se adequarem às normas estabelecidas para atuação no mercado financeiro do país.   

As principais funções da Comissão de Valores Mobiliários (CVM):

  • Fiscalizar e investigar as instituições financeiras que atuam no mercado;
  • Permitir o acesso a informações sobre o mercado financeiro;
  • Regular os mercados de bolsa e de balcão;
  • Impulsionar o funcionamento e crescimento do mercado.

Instituições financeiras 

As instituições financeiras são as responsáveis pelas intermediações que ocorrem no mercado.

As instituições financeiras podem ser:

  • Bancos comerciais;
  • Bancos de desenvolvimento;
  • Cooperativas de crédito;
  • Corretoras;
  • Entre outras.

Quais os 4 segmentos  do mercado financeiro?

O mercado financeiro do Brasil é composto por segmentos . Confira quais são eles: 

Mercado de Capitais

O mercado de capitais abrange as seguintes operações:

  • Ações;
  • Títulos;
  • Derivativos.

Essas operações podem ser realizadas tanto em instituições financeiras diversas, quanto na bolsa de valores. 

O mercado de capitais é um dos meios que as empresas utilizam para captar dinheiro. Isso é feito através do processo de emissão de dívidas.

Esse processo ocorre quando uma empresa do setor imobiliário, por exemplo, emite um CRI (Certificado de Recebíveis imobiliários) e distribui no mercado.

O investidor que compra um CRI, recebe os juros acordados, e a empresa utiliza esse recurso para seus empreendimentos.

Outro exemplo, seria o processo de IPO (Initial Public Offering), mais conhecido como oferta pública de ações, que é quando a empresa capta recursos através da venda de participação acionária via bolsa de valores.

mercado financeiro como funcionaMercado de Câmbio

As operações no mercado de câmbio é quando há a troca de moedas entre países.

Vamos supor, ao realizar uma viagem do Brasil aos Estados Unidos, é preciso de dólares, certo? Para isso, é necessário fazer o câmbio das moedas, ou seja, trocar real por dólar. Assim, essas operações são realizadas no mercado de câmbio. 

Mercado de Crédito

Quando há necessidade de financiamentos e empréstimos, essas operações são realizadas no mercado de crédito. E elas se aplicam tanto para pessoa física que pode utilizar um crédito pessoal, por exemplo, ou para empresas.

Esses recursos podem ser negociados e pagos a curto, médio e longo prazo. E o BACEN (Banco Central) é a instituição responsável por controlar essas operações no país. 

Já os juros de taxa básica (Selic) e que impactam diretamente nos empréstimos, têm a sua taxa regulada pelo Conselho de Política Monetária.

Mercado Monetário

O mercado monetário compreende operações de curto prazo, a de empréstimos negociados com o prazo máximo de 12 meses entre instituições financeiras. Um exemplo dessas operações são títulos públicos do tesouro. 

O Banco Central e as instituições financeiras do país são as responsáveis por essas operações. 

O que você precisa saber para trabalhar no mercado financeiro?

Conhecimento sobre o mercado e educação financeira são essenciais para começar a trabalhar no mercado financeiro. 

Por isso, se você pretende trabalhar no mercado financeiro, é preciso conhecer sobre:

Rentabilidade: ao investir um determinado valor, o percentual de remuneração obtido é chamado de rentabilidade. 

Lucros: são os valores positivos que um investidor tem após as negociações. Para o seu cálculo, é necessário subtrair a receita inicial e os custos da operação. 

Alíquota: é o percentual utilizado na cobrança de impostos, como ICMS, ISS, Imposto de Renda. Ao realizar um investimento financeiro, o investidor pode ter que pagar impostos conforme as regras de cada negociação. 

Taxa Selic: a taxa básica de juros (Selic) influencia na inflação do país e em sua taxa de crédito. Dessa forma, ela influencia diretamente na taxa de todas as operações  e nos investimentos, como o de renda fixa e variável. 

Juros compostos: o cálculo dos juros compostos tem a sua base nos juros preexistentes. Assim, os juros compostos tornam o  investimento ainda mais rentável, mas também é utilizado em créditos, como financiamentos e empréstimos. 

Liquidez: quando há um investimento, e o investidor precisa transformá-lo em dinheiro, a liquidez demonstra a facilidade ou dificuldade dessa transação. A caderneta de poupança, por exemplo, tem alta liquidez, afinal, seus valores podem ser transformados em dinheiro sempre que o investidor quiser através de saques. 

Renda fixa: a renda fixa são investimentos que podem ter a sua remuneração com certa previsibilidade . Os tipos de investimento em renda fixa se dividem em prefixados e pós-fixados.

Renda variável: renda variável são investimentos em ações,

ouro, commodities, fundos imobiliários, entre outros. Diferentemente da renda fixa, a variável não pode estabelecer a remuneração com antecedência.  

Conclusão

Para ter bons resultados no mercado financeiro, é preciso adquirir conhecimento e experiência. Com isso, você evita perder dinheiro em investimentos que não são apropriados, e faz aplicações adequadas ao perfil de cada investidor.

Por ser um assunto complexo e com diversos pontos a serem analisados, o recomendado é sempre ter as orientações de um especialista em investimentos

Ficou com alguma dúvida sobre esse assunto? Então nos deixe um comentário para podermos te ajudar!

Gostou de conhecer o que é mercado financeiro e como ele funciona? 

Então, se quiser ficar por dentro de conteúdos e novidades sobre investimentos e mercado financeiro, acompanhe sempre o blog da Atrio!

 

quer saber mais sobre investimentos?