1. HOME
  2. »
  3. Investimentos
  4. »
  5. O que é ROE e qual sua importância para investidores de longo prazo?

O que é ROE e qual sua importância para investidores de longo prazo?

RAntes de aproveitar uma oportunidade do mercado de investimentos é preciso considerar diversos aspectos, como seu perfil de investidor e os objetivos. Porém, também é preciso saber analisar os ativos. No caso do mercado de ações, por exemplo, saber o que é ROE pode ajudar na avaliação.

Por meio desse indicador, você obtém informações relevantes sobre a capacidade de geração de resultados da empresa e sobre seu patrimônio. A partir disso, é possível definir quais tendem a ser os melhores papéis para a sua carteira.

Quer entender por que essa ferramenta é tão relevante? Então continue a leitura e veja como o ROE pode ajudar na realização de investimentos de longo prazo!

O que é o ROE e para que ele serve?

Sigla para return on equity, o ROE pode ser traduzido como o retorno sobre patrimônio líquido. Ele é um indicador fundamentalista e, por conta disso, ajuda na análise de empresas listadas na bolsa de valores.

Para tanto, a sua principal função é analisar o quanto do retorno obtido em um período corresponde ao patrimônio líquido do empreendimento. Logo, o indicador permite identificar os resultados que o negócio é capaz de gerar a partir dos próprios recursos.

Assim, é uma forma de compreender o nível de lucratividade que uma empresa é capaz de entregar, considerando o patrimônio do qual dispõe.

Como é esse índice é calculado?

Para entender o que é o return on equity, é essencial considerar o cálculo do ROE. Ele é dado pela seguinte fórmula:

ROE = Lucro líquido / Patrimônio líquido

O lucro líquido corresponde ao ganho efetivo da companhia, antes de ocorrer o pagamento de dividendos, caso aplicável. Já o patrimônio líquido é a diferença entre os ativos (bens e direitos) e os passivos (dívidas e outros pagamentos).

Esses dados são apresentados no balanço patrimonial da empresa, o que facilita o cálculo para o investidor. Já o resultado pode ser convertido em um percentual: basta multiplicar o resultado por 100.

Por que o ROE é importante para os investimentos?

Como você viu, o ROE serve para indicar como os resultados líquidos obtidos se comparam ao patrimônio consolidado da empresa. Para quem investe em ações na bolsa de valores brasileira, a B3, isso é especialmente importante.

Afinal, essa é uma forma de compreender se o empreendimento tem potencial para gerar lucros com base nos próprios recursos. Assim, é possível entender melhor a situação atual e fazer projeções sobre a performance da companhia.

Para o investidor de longo prazo, como é o caso de quem investe em ações, essa análise ajuda a identificar boas oportunidades. Logo, a lucratividade e a capacidade de gerar resultados estão entre os aspectos mais relevantes para que a empresa se mantenha no mercado e se valorize.

No geral, o ROE faz parte de uma análise fundamentalista e pode auxiliá-lo a tomar decisões mais embasadas. Dessa maneira, é possível fazer escolhas baseadas em dados, o que aumenta as probabilidades de acerto e de construção de uma carteira mais sólida.

Quando utilizar esse indicador?

Sabendo que o ROE é um indicador fundamentalista, vale a pena utilizá-lo diante dos investimentos de longo prazo em ações. Antes de investir na bolsa de valores, pesquise essa informação sobre a empresa e verifique os resultados.

Como você verá, o resultado do indicador deve fazer parte de uma análise mais robusta e completa. De qualquer forma, a ideia é que ele o ajude a compreender o desempenho do negócio antes que aconteça o investimento.

Como analisar o ROE?

Já que a avaliação do ROE é tão relevante para os investimentos em ações, você deve saber como analisá-lo — afinal, apenas fazer o cálculo não é o bastante. Para entender o que ele representa, comece sabendo que o ideal é encontrar, em suas análises, um ROE mais elevado.

Isso significa que o patrimônio líquido existente é capaz de gerar mais resultados. Logo, esse resultado costuma favorecer a lucratividade do negócio e a rentabilidade do investimento.

Porém, também pode ser interessante realizar comparações entre empresas do mesmo setor. Para esse benchmarking, você pode medir o ROE de concorrentes que tenham ações negociadas na bolsa. Isso permite identificar qual companhia tem o melhor potencial nesse sentido.

Ainda, é preciso avaliar o resultado junto aos elementos que compõem a relação. Se o patrimônio líquido for muito pequeno, o ROE pode ser artificialmente elevado. Então vale a pena compreender as questões relacionadas a esses fatores para verificar o que o resultado representa.

Quais outros indicadores podem ser utilizados com o ROE?

Como você viu, além das dicas de avaliação do ROE, é recomendado utilizar outros indicadores fundamentalistas. Afinal, somente uma ferramenta não é o bastante para entender toda a situação da empresa e suas perspectivas.

Veja quais podem ser outros indicadores relevantes:

P/L

O P/L é um indicador que representa o preço da ação em determinado momento e o lucro por ação nos últimos 12 meses. Assim, ele ajuda a indicar se uma ação é negociada abaixo ou acima do que gera de resultados.

P/VPA

O P/VPA é a relação entre o preço da ação e o valor patrimonial por ação dos últimos 12 meses. Com ele, você pode identificar se o mercado está disposto a pagar mais ou menos do que a empresa dispõe de patrimônio.

DY

O dividend yield (DY) é a relação entre os dividendos pagos por ação nos últimos 12 meses e o preço das ações. Assim, é possível saber qual é o retorno do investimento em relação aos dividendos.

Dívida líquida/Patrimônio líquido

O múltiplo de dívida líquida sobre patrimônio líquido é um indicador de endividamento. Ele ajuda a identificar quanto do patrimônio está comprometido pelas dívidas do negócio.

Margem líquida

A margem líquida é calculada pela relação entre lucro líquido e receita total de determinado período. Ela aponta o efetivo nível de lucratividade do empreendimento e pode complementar a avaliação do ROE, por exemplo.

Agora você sabe o que é o ROE e que ele ajuda a medir os resultados gerados em relação aos recursos próprios. Com o apoio desse e de outros indicadores fundamentalistas, você poderá tomar decisões de investimento mais informadas para o longo prazo.

Conhecer esse indicador foi útil para você? Se precisar de ajuda para conhecer melhor as oportunidades que o mercado oferece, entre em contato conosco da Atrio Investimentos e tenha o suporte de um assessor!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

quer saber mais sobre investimentos?