1. HOME
  2. »
  3. Investimentos
  4. »
  5. O que são os fundos de debêntures incentivadas?

O que são os fundos de debêntures incentivadas?

A renda fixa costuma oferecer oportunidades para investidores que buscam diversificar seus investimentos com mais previsibilidade e menos riscos. Nesse sentido, os fundos de debêntures incentivadas podem ser alternativas para a sua carteira.

Embora esses veículos ainda não sejam tão difundidos entre grande parcela do mercado, existem diversos aspectos em seu funcionamento que podem ser interessantes. Desse modo, é vantajoso conhecê-los para saber se há alinhamento com sua estratégia no mercado financeiro.

Quer saber mais sobre essa alternativa de investimento? Acompanhe a leitura deste artigo para entender o que são os fundos de debêntures incentivadas e quando investir neles!

O que são fundos de debêntures incentivadas?

Como o próprio nome adianta, os fundos de debêntures incentivadas são um tipo de fundo de investimento disponível no mercado. Portanto, é interessante conhecer o funcionamento desses veículos e as características dos títulos presentes em seu portfólio.

Confira!

Fundos de investimento

Os fundos de investimento são uma modalidade que permite a união de recursos de diversos investidores com objetivos similares. Por meio da compra de cotas, eles conseguem acessar o portfólio do veículo e se expor aos seus resultados.

O patrimônio do fundo é composto pelo capital que ele levanta durante sua emissão de cotas. Para os fundos fechados, esse processo envolve a oferta inicial e eventuais emissões subsequentes, no caso. Depois, o patrimônio também envolve os possíveis ganhos com o portfólio.

Já os fundos abertos incorporam ao patrimônio o investimento de cada cotista a cada novo aporte. Assim, enquanto o fundo estiver aberto para captação, o patrimônio pode seguir em expansão. Além disso, eventuais rendimentos obtidos com os investimentos impulsionam esse crescimento.

Já a carteira do fundo é montada por um gestor profissional. Assim, as movimentações do capital são feitas por ele, de acordo com a estratégia do fundo de investimento. Essa estratégia está presente na lâmina do veículo — que é apresentada previamente aos investidores.

Os fundos de investimento se diferenciam entre si de acordo com o mercado no qual se expõem. Fundos imobiliários (FIIs), por exemplo, investem em alternativas do mercado de imóveis. Já fundos de ações (FIAs) priorizam papéis de empresas listadas na bolsa de valores e assim por diante.

Debêntures incentivadas

As debêntures são um tipo de produto de renda fixa. Elas são emitidas por empresas, de capital aberto ou fechado, e classificadas como títulos de crédito privado. O objetivo das debêntures é servir como instrumento de captação de recursos para essas organizações.

Em retorno, os investidores que aplicaram seu dinheiro receberão o montante com adição de juros na data de vencimento do título. Ademais, existem diversos tipos de debêntures. As debêntures incentivadas são títulos emitidos por instituições que atuam no campo de infraestrutura.

É o caso, por exemplo, da construção de aeroportos, rodovias e outras obras. Por conta disso, essas debêntures se destacam pela isenção de Imposto de Renda (IR) sobre os lucros — o que possibilita uma rentabilidade líquida mais alta para o investidor.

Por serem títulos de crédito privado, é possível que as debêntures tragam mais riscos para quem investiu. Em compensação, as empresas podem incluir taxas mais altas de retorno para atrair esse público.

Ainda, é importante destacar que, mesmo sendo emitidas por empresas, as debêntures não são como ações. Ou seja, elas não garantem os mesmos direitos dos acionistas. Como se trata de títulos de renda fixa, em vez de sócio, o investidor será um credor da empresa.

Fundos de debêntures incentivadas

Agora que você entendeu mais sobre os fundos de investimentos e as debêntures, é possível compreender o que são os fundos de debêntures incentivadas. Eles consistem em uma modalidade coletiva que investe nesses títulos de renda fixa.

Desse modo, o gestor do fundo é o responsável por monitorar o mercado e alocar o capital nas debêntures alinhadas com a estratégia do veículo. Logo, ao comprar suas cotas, os investidores podem acessar um portfólio composto por diversas debêntures incentivadas.

Como eles funcionam?

Como você viu, os fundos de debêntures incentivadas são um tipo de veículo coletivo de renda fixa. Nesse sentido, é interessante conhecer suas principais características de funcionamento para considerar se há alinhamento com seus objetivos.

Saiba mais!

Rentabilidade

A rentabilidade dos fundos de debêntures incentivadas depende dos títulos que estão presentes em seu portfólio. Portanto, é necessário analisar a composição de cada fundo para entender o potencial de retornos que o veículo pode trazer.

As debêntures podem ter rentabilidade prefixada, pós-fixada ou híbrida. No primeiro caso, a taxa de juros é fixa e conhecida desde o início. Já nos rendimentos pós-fixados os ganhos são pagos de acordo com um indicador do mercado.

As debêntures incentivadas híbridas têm rentabilidade atrelada aos indicadores da inflação — como o Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) e o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Assim, os retornos delas ajudam a preservar o poder de compra do investidor.

Taxas e tributos

Como você viu, as debêntures incentivadas são títulos com isenção de IR sobre seus lucros. Dessa maneira, o mesmo acontece com o investimento por meio de fundos. Assim, a característica pode ampliar a rentabilidade potencial do investidor.

Além disso, os gestores desses fundos costumam fazer menos movimentações em seu portfólio. Logo, é comum que a taxa de administração dos fundos de debêntures incentivadas seja mais baixa que em outras alternativas, reduzindo os custos.

Liquidez

A liquidez é outro ponto que merece destaque no funcionamento dos fundos de debêntures incentivadas. Esse aspecto é importante, pois existem debêntures com prazos mais longos e menor liquidez.

Mas, como o investimento é feito por meio de um fundo, é preciso considerar as suas regras específicas. Isso porque cada veículo tem suas próprias definições em relação à carência e o prazo para o resgate das cotas.

Quando investir em fundos de debêntures incentivadas?

Agora que você sabe o que são e como funcionam os fundos de debêntures incentivadas, é preciso saber quando investir neles. Para tanto, os seus objetivos financeiros são um dos principais aspectos de avaliação.

Devido às suas características de funcionamento, esses fundos podem funcionar melhor em estratégias com foco no médio e longo prazo. Afinal, muitas debêntures envolvem prazos de vencimento maiores.

Além dos objetivos, lembre-se de avaliar o seu perfil de investidor. Apesar de investimentos da renda fixa atraírem bastantes investidores conservadores, os maiores riscos das debêntures podem demandar mais atenção.

Como você acompanhou, os fundos de debêntures incentivadas podem ser oportunidades para quem busca diversificar seus investimentos na renda fixa. Portanto, agora que você conheceu suas características, vale analisá-las para saber se esses veículos financeiros podem compor sua carteira.

Quer saber mais sobre o mercado financeiro? Entenda o que fazer com seus investimentos em momentos de crise!

quer saber mais sobre investimentos?