1. HOME
  2. »
  3. Investimentos
  4. »
  5. O que são os indicadores financeiros e por que utilizá-los ao investir em ações?

O que são os indicadores financeiros e por que utilizá-los ao investir em ações?

A escolha das ações que farão parte da sua carteira de investimentos não deve ser feita de maneira aleatória. Para ter um portfólio sólido e robusto, as decisões devem ser tomadas com base em boas análises — e isso envolve saber o que são indicadores financeiros.

Eles permitem entender como está a saúde financeira da empresa e conhecer a perspectiva do negócio para o futuro. Assim, o investidor pode aprofundar o conhecimento sobre a companhia antes de investir, visando tomar decisões mais adequadas para a estratégia definida.

Neste artigo, você entenderá o que são indicadores financeiros e por que você deve utilizá-los ao investir em ações. Vamos lá?

O que são indicadores financeiros?

Os indicadores financeiros são dados e métricas relacionados com os resultados de uma empresa. É possível obtê-los e analisá-los a partir de documentos emitidos pela própria companhia, como balanço patrimonial e DRE (Demonstração de Resultados do Exercício).

Para a melhor eficiência dos resultados, é importante fazer a análise dos indicadores financeiros em conjunto. Isso permite ter uma visão mais completa da empresa e entender se ela apresenta boas perspectivas para o futuro. Logo, é possível tomar decisões mais embasadas e investir em companhias promissoras.

Para que os indicadores financeiros são utilizados?

Após entender o que são indicadores financeiros, é possível perceber que eles são utilizados para coletar e organizar informações relevantes sobre uma empresa.

Portanto, o seu objetivo é facilitar a avaliação de questões relevantes sobre a companhia antes de fazer o investimento em seus papéis — negociados na bolsa de valores. Esse processo faz parte da chamada análise fundamentalista — especialmente utilizada por investidores que desejam investir com foco no longo prazo.

Quanto mais claras e transparentes forem as informações obtidas, mais eficazes serão as análises realizadas. Afinal, os indicadores financeiros demonstram o desempenho passado e a saúde financeira do negócio.

Eles também fornecem parâmetros que ajudam a planejar adequadamente o investimento nas ações da empresa, se for o caso.

Por esse motivo, muitos indicadores não precisam ser calculados e podem ser encontrados nos demonstrativos contábeis das companhias listadas na bolsa de valores. Isso porque elas devem divulgar esses documentos periodicamente.

Quais são os principais indicadores financeiros para conhecer?

Agora que você sabe o que são e para que são utilizados os indicadores do mercado financeiro, precisa conhecer os principais. Eles podem ser avaliados em conjunto durante suas análises, a depender dos seus objetivos.

Confira alguns dos principais indicadores financeiros para acompanhar ao investir em ações!

P/L

O preço sobre o lucro (P/L) é calculado pela divisão do preço da ação pelo lucro da companhia por papel nos últimos 12 meses. Se ele apresentar um resultado elevado, pode indicar que o mercado aceita pagar mais pelo ganho da empresa.

No entanto, também pode significar que o lucro está baixo ou que as ações estão precificadas acima do que realmente valem. Por outro lado, um P/L menor pode revelar um lucro maior na companhia ou que o ativo está descontado no mercado, por exemplo.

Ebitda

O termo Ebitda representa os lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização. Esse indicador é um dos mais utilizados na análise da performance de uma empresa, pois consegue medir a produtividade do negócio.

Para isso, o Ebitda elimina os efeitos de financiamentos e outros fatores contábeis sobre o seu resultado. O cálculo é dado pelo lucro líquido acrescido dos juros, impostos, depreciação e amortização.

ROE

O return on equity (ROE) relaciona o lucro líquido e o patrimônio líquido de uma empresa em um determinado período. Um ROE elevado pode indicar que a companhia consegue gerar mais resultados com base no seu patrimônio.

Contudo, tenha em mente que a empresa também pode chegar a esse resultado se o valor patrimonial estiver mais baixo. Já um resultado inferior pode indicar que a empresa não tem sucesso em gerar lucro com base no seu patrimônio o que o seu patrimônio líquido é consideravelmente elevado.

DY

Outro indicador importante para os investidores é o dividend yield (DY). Ele mede a remuneração paga pela empresa aos seus acionistas por meio dos dividendos. Ou seja, é uma maneira de entender quais companhias são consideradas boas pagadoras desses proventos.

O DY é calculado pela divisão do total de dividendos pagos por ação nos últimos 12 meses pela cotação atual do ativo. Um resultado mais alto pode significar que há um retorno maior por meio dos dividendos distribuídos pela empresa.

Por outro lado, isso pode significar que o preço da ação se encontra em um patamar mais baixo, causado por uma precificação incorreta ou pessimismo do mercado financeiro em relação ao ativo.

Já se o DY estiver menor, pode sinalizar uma valorização da ação, por exemplo. Para compreender melhor a situação da empresa, é interessante analisar o histórico de pagamento de dividendos e entender se a distribuição é recorrente ou avaliar o seu comportamento em diferentes cenários econômicos.

Margem líquida

Esse indicador mostra o percentual de lucro em relação à receita apresentada pela empresa em seu demonstrativo de resultados. Assim, a margem líquida é dada pela divisão do lucro líquido pela receita líquida após a dedução de impostos e tributos devidos.

O resultado pode revelar uma vantagem competitiva do negócio. Afinal, companhias que prestam serviços diferenciados tendem a obter uma margem de lucro maior.

Por que utilizar indicadores financeiros ao investir em ações?

Como você aprendeu, analisar os indicadores financeiros é importante para tomar boas decisões no momento de montar sua carteira de ações. Entre as vantagens de utilizar esses parâmetros, está a possibilidade de encontrar os pontos fortes e fracos de uma companhia.

Assim, há chances de estabelecer estratégias que estejam de acordo com a realidade da empresa na qual você deseja investir. Ademais, os indicadores permitem encontrar o valor justo de um ativo. Logo, é possível entender se as ações negociadas no mercado estão sub ou supervalorizadas — ou, ainda, se estão sendo valorizadas ao preço justo.

A análise também permite projetar o potencial de valorização do negócio no futuro. Assim, você pode verificar se a companhia tem solidez para enfrentar crises ou superar a concorrência, por exemplo.

Com base nessas informações, suas escolhas de investimento poderão ser mais acertadas. Afinal, tomar decisões sem analisar os indicadores financeiros é uma prática arriscada, já que pode dificultar a identificação dos riscos específicos da companhia à qual o ativo está ligado.

Por fim, vale revisar periodicamente os indicadores relacionados às ações da sua carteira. Esse costume permite readequar as estratégias, caso ocorram mudanças nos fundamentos do negócio ao longo do tempo.

Agora você sabe o que são indicadores financeiros e pode avaliar dados importantes sobre uma empresa listada na bolsa. Lembre-se de que existem diversos fatores que podem ser analisados em conjunto — fortalecendo sua tomada de decisão e suas estratégias de investimento.

Gostou do conteúdo? Então aproveite e entenda o que são small caps e saiba como investir em ações de pequenas empresas!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

quer saber mais sobre investimentos?