1. HOME
  2. »
  3. Investimentos
  4. »
  5. Operação Rubi: conheça essa estratégia para comprar ações

Operação Rubi: conheça essa estratégia para comprar ações

operação rubi

No último ano, atingimos níveis de mínima histórica na taxa de juros e, consequentemente, muitos investidores passaram a buscar novas oportunidades para rentabilizar suas carteiras de investimentos. Dentro dessa busca na renda variável, mais precisamente nas ações, é que entra a Operação RUBI

Mesmo com o novo ciclo de alta, o fluxo de investidores para a bolsa de valores segue em crescimento. Porém, infelizmente, quando se trata de renda variável, o investidor iniciante ainda se sente inseguro na compra de ações e a falta de conhecimento pode resultar em uma possível perda patrimonial.  

Diante desse cenário, as operações estruturadas têm ganhado cada vez mais destaque entre os investidores. Isso se dá pelo fato de poder estabelecer uma boa gestão de risco nas aplicações. Ao estruturar as operações, é possível enxergar de forma clara o potencial de retorno, assim como todos os riscos envolvidos em cada operação.

Diante disso, esse é um dos motivos da Operação RUBI ter sido tão bem aceita no mercado para pessoa física e se destacado cada vez mais entre as opções de investimentos nas corretoras. 

Para entender o que é a Operação RUBI, como ela funciona e como declarar os lucros da Operação RUBI no seu imposto de renda. 

Vamos lá?

O que é a Operação RUBI? 

 

A operação RUBI (Return Under Barrier Investment) é uma estrutura composta pela compra das ações e uma estrutura de opções. 

Lembrando que, a estrutura de opções é uma operação que permite ao investidor obter lucro ao comprar ações de uma empresa, mesmo que essas ações apresentem queda durante a vigência da operação. 

Para essa manobra, todos os parâmetros são definidos previamente, considerando os seguintes aspectos: 

  • Ações a serem compradas 
  • Taxa pré-fixada
  • Percentual de proteção 
  • Vencimento da operação  

A estrutura é composta da seguinte forma: 

Primeiro, faz-se a compra de uma PUT (direito de venda). Ao comprar uma PUT, o investidor tem o direito de vender uma ação a determinado preço. Por outro lado, existe a venda de uma CALL (direito de compra).

Assim, ao vender uma CALL, o investidor tem a obrigação de vender uma ação para o detentor do direito a determinado preço. De um modo geral, o investidor não precisa entrar nos detalhes técnicos de quais opções comprar ou vender. Afinal, a estrutura já vem com todas as informações definidas pela própria corretora. 

O mais importante é estar atento às condições da operação, como a taxa pré-fixada, a barreira de proteção e o vencimento que foi acordado inicialmente. 

Quais são as vantagens da Operação RUBI?

operação rubi

Basicamente, a grande vantagem da Operação RUBI é poder comprar ações e estabelecer um potencial de ganho mesmo em caso de queda dessas ações. 

Isso torna a operação ideal para momentos de incertezas de mercado, seja pelo cenário político-econômico doméstico, seja por questões no exterior que possam vir a afetar o preço das ações. 

No final, caso as ações oscilem dentro dos parâmetros estabelecidos inicialmente, o investidor garante um lucro no vencimento. Além disso, é importante destacar que, ao montar uma operação RUBI, o investidor busca um ganho limitado e não participa da alta integral do preço das ações. 

Como funciona a Operação RUBI? 

Agora, saindo um pouco da teoria, vamos trazer um exemplo na prática de como funciona a operação. Nessa simulação vamos utilizar as ações da Petrobrás (PETR4).

Parâmetros:

  • Ativo: PETR4
  • Cupom: 6,5% 
  • Barreira: 17%
  • Vencimento: 4 meses

Nesse exemplo, a estrutura busca obter um retorno de aproximadamente 361% do CDI até o vencimento (4 meses). O cupom pré-fixado é de 6,5% e a proteção é de 17%. 

operação rubi

Cenário positivo

Caso as ações da PETR4, durante toda a vigência da operação, não atinjam o limite de queda na barreira de 17%, o investidor garante o cupom de 6,5% no vencimento. 

Dessa forma, mesmo se ações fiquem de lado ou subam, o investidor terá seu resultado limitado ao cupom estabelecido.

Cenário negativo

Caso as ações da PETR4, durante a vigência da operação, atinjam o percentual de 17% de queda, a operação automaticamente será expirada. Com isso, o investidor permanecerá com as ações em carteira, porém desvalorizadas de acordo com o percentual de queda. 

Um ponto importante é que essas ações não serão vendidas caso atinja a barreira de proteção. Dessa forma, o investidor não terá prejuízo e continuará sócio da empresa aguardando uma possível recuperação.

Como declarar os lucros da Operação RUBI no Imposto de Renda? 

operação rubi

Para declarar o IR em cima do lucro auferido nas operações RUBI, o investidor poderá seguir o mesmo raciocínio para operações swing trade na bolsa.  

Ou seja, a alíquota de 15% em cima do ganho de capital líquido das operações. Com isso, mesmo que as ações da sua RUBI superem o percentual do cupom pré-fixado, ao liquidar as opções o seu lucro líquido será de acordo com a taxa acordada inicialmente.

Vamos a um exemplo para que você entenda na prática. 

Seguindo os parâmetros da operação acima, caso as ações da PETR4 subam 10% até o vencimento, o investidor receberá um débito de liquidação da estrutura de opções. 

Esse débito será da diferença entre o cupom (6,5%) e o percentual de alta (10%). Isso acontecerá mesmo se o investidor vender as ações no mercado 10% mais alta. 

Logo, ao fazer a apuração do seu resultado, o IR a ser recolhido será em cima apenas dos 6,5% de lucro na operação.

Se você ainda ficou com dúvidas para fazer a apuração, poderá contar com a equipe do CalcBolsa que é especialista em apuração de operações em renda variável, evitando assim maiores dores de cabeça.

Qual o perfil de investidor para aplicar a Operação RUBI? 

As operações com derivativos são para o perfil de investidor agressivo. Afinal, estamos tratando de estratégias arriscadas, com alta volatilidade. Além disso, de modo geral, as ações e a renda variável em si são indicadas para perfis com maior tolerância ao risco. 

A Operação RUBI é uma estratégia que objetiva proteger o investidor das baixas nas ações. Ou seja, prevê ganhos mesmo em momentos de queda. Porém, é preciso ter o suporte de um especialista nessa manobra, já que é necessário identificar os momentos adequados para ela. 

Em caso de dúvidas, a mesa de operação da Atrio Investimentos estará à disposição para ajudar nas suas estratégias. Para isso, basta acessar o nosso site e entrar em contato conosco

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

quer saber mais sobre investimentos?