1. HOME
  2. »
  3. Investimentos
  4. »
  5. Perfil de investidor: O que é e por que é importante segui-lo ao investir?

Perfil de investidor: O que é e por que é importante segui-lo ao investir?

Fazer boas escolhas no mercado financeiro não envolve analisar apenas a rentabilidade, liquidez ou segurança de um investimento. É preciso entender se essas características estão alinhadas ao que você espera — e é para isso que serve o perfil de investidor.

Por meio dessa classificação, você pode ter um direcionamento importante para saber onde e como investir. Ao mesmo tempo, ignorar essa informação pode prejudicar o desempenho do seu portfólio.

Quer descobrir como isso acontece? A seguir, entenda o que é o perfil de investidor e saiba como ele deve influenciar suas decisões!

O que é o perfil de investidor?

O perfil de investidor é uma classificação que ajuda a identificar a tolerância ao risco, as expectativas e prioridades de quem investe. Portanto, é uma forma de separar os investidores em grupos, de acordo com o seu comportamento no mercado financeiro.

Como você verá, o perfil é encontrado a partir de um teste individual e permite orientar a jornada de cada investidor ao realizar investimentos.

Para que ele serve?

Com base no conceito do perfil de investidor, é possível perceber que ele serve para indicar a capacidade de cada pessoa de tolerar riscos. Portanto, a corretora de valores precisa identificar essa característica para saber quais produtos e ativos financeiros podem ser oferecidos a você.

Além disso, o perfil de investidor pode orientar a sua tomada de decisão. Ao compreender quais são as suas preferências e visões a respeito do mercado, é possível escolher as oportunidades para investir de maneira mais consciente.

Quais os tipos de perfil de investidor e suas principais características?

O próximo passo para entender o perfil de investidor é conhecer as classificações existentes. De modo geral, existem três perfis que se destacam. Veja quais são e confira suas principais características!

Conservador

O perfil de investidor conservador envolve as pessoas que priorizam a segurança e a liquidez, ainda que seja em detrimento da rentabilidade. Logo, o foco de um investidor conservador não é obter o maior retorno possível e, sim, ter mais proteção em suas decisões.

Isso faz com que ele busque os investimentos com menor risco ou com mais mecanismos de proteção. Por isso, é comum que esse investidor priorize a renda fixa, em que muitos investimentos têm riscos menores, em troca de uma rentabilidade limitada.

Frequentemente, os conservadores são os investidores iniciantes, que ainda não têm tanto conhecimento sobre o mercado.

Moderado

O investidor moderado é aquele que está disposto a equilibrar a relação entre risco e retorno. Então, ele consegue assumir mais riscos se isso ampliar o potencial de rentabilidade da carteira de investimento, especialmente no longo prazo.

Além disso, o moderado pode aceitar investimentos menos líquidos. Assim, a tendência é que ele consiga aumentar o potencial de retorno sem assumir riscos muito mais elevados.

Na hora de realizar as escolhas, é bastante comum que um investidor moderado recorra à renda fixa e à renda variável. Desse modo, ele busca manter as condições relativamente equilibradas, considerando o potencial de retorno e o nível de riscos.

Arrojado

O investidor com perfil arrojado é o tipo com maior tolerância ao risco. Ele é capaz de suportar uma volatilidade maior e mesmo perdas mais intensas, com o objetivo de maximizar o retorno da carteira.

Isso não significa, entretanto, que ele está disposto a arriscar o dinheiro de maneira indiscriminada. O investidor arrojado costuma ter uma estratégia fortemente focada na gestão de risco. Desse modo, ele consegue se expor aos riscos de forma inteligente, em busca de um retorno maior.

É comum que esse investidor priorize a renda variável devido ao potencial de ganhos mais elevado dessa classe de investimento. No entanto, ele também pode investir uma parte em renda fixa para diversificar a carteira.

Qual a importância de seguir seu perfil ao investir?

Após conhecer os diferentes perfis de investidor, saiba que é essencial considerar essas características ao investir. Afinal, é com base nessa classificação que você consegue avaliar os investimentos e escolher os mais adequados para a sua realidade.

Tendo o perfil de investidor como base, você não precisa assumir mais riscos que o patamar que considera tolerável. Desse modo, é possível ficar mais confortável com a composição da carteira e seus movimentos ao longo do tempo.

Além disso, investir com base no seu perfil pode ajudá-lo a ser um investidor de sucesso. Afinal, você conseguirá tomar decisões mais conscientes e poderá aproveitar melhor o potencial da sua carteira de investimentos.

Quais os riscos de não considerar essa informação na tomada de decisão?

Ao mesmo tempo em que seguir o perfil de investidor é importante, ignorá-lo pode ter consequências negativas para o seu portfólio. Quando você não conhece ou não segue seu perfil, há riscos de escolher investimentos inadequados.

Ao optar por investimentos mais arrojados sem ter o perfil adequado, é provável que você se sinta desconfortável com os riscos, por exemplo. Com isso, há mais chances de tomar decisões impulsivamente, como resgatar um investimento de modo antecipado e realizar perdas.

O contrário também pode acontecer. Há o risco de investir de forma muito conservadora quando, na verdade, é possível tolerar mais riscos. Nessas situações, você desperdiçará a oportunidade de ter um retorno melhor.

Logo, em ambos os cenários, há a chance de você ter um desempenho inferior ao que poderia ser obtido com os seus aportes. No final, isso pode deixá-lo insatisfeito com o desempenho do seu portfólio no mercado de investimentos.

Como conhecer o seu perfil de investidor?

Até aqui, você aprendeu o que é o perfil de investidor e a sua relevância para a estratégia de investimentos. Agora, é necessário saber como identificar o seu.

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) exige que as instituições financeiras ofereçam apenas produtos adequados ao perfil de cada investidor. Portanto, você passará por um teste ao abrir conta em uma corretora de valores.

Ele é conhecido como Avaliação de Perfil do Investidor (API) e se baseia em perguntas que ajudam a identificar suas características. A partir disso, você saberá qual é o seu perfil no momento da análise.

Mas tenha atenção, pois o resultado não é definitivo. Quanto mais conhecimento você adquire, por exemplo, maior pode ser sua tolerância a certos riscos. Por isso, é interessante repetir o teste com certa frequência para garantir maior alinhamento da carteira.

Como você aprendeu, o perfil de investidor é uma classificação essencial para saber o que priorizar nas suas escolhas no mercado financeiro. Com essa informação em mente, você tomará decisões mais alinhadas com sua tolerância ao risco — favorecendo os resultados da sua carteira.

Quer contar com ajuda profissional durante sua jornada no mercado financeiro? Fale com o time de assessores da Atrio Investimentos!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

quer saber mais sobre investimentos?