1. HOME
  2. »
  3. Investimentos
  4. »
  5. Wealth management: O que é e como funciona esse tipo de gestão?

Wealth management: O que é e como funciona esse tipo de gestão?

Gerenciar o patrimônio da melhor maneira é uma tarefa que exige tempo e dedicação. No caso de fortunas, os desafios se destacam — trazendo a necessidade de buscar soluções financeiras. Entre elas, está o wealth management, que é uma alternativa completa do mercado financeiro.

Por meio desse serviço você tem o apoio de profissionais para alcançar objetivos financeiros, com base em suas preferências. Assim, ao saber como funciona e como contratar essa forma de gestão, é possível avaliá-la e aproveitar suas vantagens.

Quer saber mais? A seguir, você entenderá o que é o wealth management e quais os impactos positivos que ele pode trazer ao seu patrimônio.

Confira!

O que é e para que serve o wealth management?

O wealth management é um serviço financeiro que pode ser traduzido como “gerenciamento de fortuna”. Nele, uma equipe qualificada desenvolve uma visão holística das suas finanças e realizam as tarefas de gestão do patrimônio.

O nome permite revelar que o wealth management costuma envolver grandes cifras. Desse modo, ele serve para realizar a gestão completa de patrimônio, considerando os desafios e as necessidades de quem tem uma quantidade maior de recursos.

Como funciona essa gestão de patrimônio?

Para entender como o wealth management funciona, saiba que o processo se inicia com uma identificação das demandas e características do investidor. Se você contratar o serviço, o foco inicial dos profissionais será identificar seu perfil de investidor e seus objetivos financeiros.

Isso permite compreender quais são as suas prioridades e quais podem ser as soluções financeiras mais adequadas para você. A partir de então, é traçado um planejamento e executada uma estratégia, considerando os diversos aspectos das finanças e do patrimônio.

Veja os pontos principais!

Planejamento tributário

Um dos pilares do wealth management é o planejamento tributário. A ideia é identificar oportunidades de diminuir, legalmente, o pagamento de impostos — essa é a chamada elisão fiscal.

Assim, os profissionais definirão composições para evitar a dilapidação do patrimônio pelo pagamento excessivo de impostos. É o caso de criar uma holding familiar ou um fundo exclusivo, por exemplo.

Estratégia de investimentos

O wealth management também faz um plano com foco na obtenção de rentabilidade a partir de investimentos. Com uma estratégia baseada no seu perfil e objetivos, há a definição da melhor maneira de alocar os recursos e fazer o patrimônio evoluir.

Quanto mais agressivo for o perfil de investidor e maior for o foco em rentabilizar o patrimônio, mais alta é a importância da etapa relacionada à gestão de investimentos.

Planejamento sucessório

Outra preocupação da gestão de patrimônio é a sucessão patrimonial. Ter um bom plano para diminuir os riscos de disputas e reduzir a cobrança de tributos e taxas é um cuidado importante — especialmente no caso de um portfólio financeiro robusto.

O planejamento sucessório pode envolver diversas soluções, como transferência de bens em vida, criação de holding familiar, uso de produtos que não compõem o inventário (como seguro de vida), entre outras alternativas.

Educação financeira

Como parte da proteção e da continuidade patrimonial, o wealth management apresenta uma atuação voltada para a educação financeira. Então os profissionais do mercado financeiro podem orientar e oferecer conhecimentos sobre gestão de finanças e do patrimônio.

Essa é uma forma de ajudar a blindar o patrimônio, garantindo um uso do dinheiro alinhado com a rentabilidade obtida e com os objetivos definidos. O intuito principal é prolongar a continuidade do patrimônio para as futuras gerações.

Quais são as vantagens do wealth management?

Agora que você conhece o significado e a atuação do wealth management, é possível considerar suas vantagens. Um dos benefícios mais importantes é a personalização, já que a atuação dos profissionais é voltada exclusivamente para as características de cada cliente.

Logo, o wealth management é uma estratégia que contempla tanto o seu apetite ao risco quanto os seus objetivos em relação ao uso do patrimônio. Assim, torna-se mais fácil se aproximar do desempenho de interesse.

O serviço também ajuda a proteger o patrimônio ao longo do tempo. Afinal, é possível pagar impostos de um modo mais inteligente e definir estratégias de investimento que sejam alinhadas com seu perfil, sem arriscar mais do que o desejado.

Mais uma vantagem do wealth management é oferecer máxima praticidade. Você contará com profissionais qualificados para planejar, executar e gerenciar os resultados. Isso gera economia de tempo, especialmente porque patrimônios maiores exigem mais atenção de diversas áreas.

Quais as diferenças entre wealth management e asset management?

Além de entender o que é o wealth management, você deve compreender que ele não é equivalente ao asset management. Embora ambos sejam serviços financeiros voltados para o patrimônio, eles têm funções diferentes.

A tradução de asset management é “gestão de ativos” — o que permite compreender o conceito. Na prática, essa é uma modalidade voltada para o gerenciamento de bens e direitos, como investimentos, imóveis, obras de arte, etc.

Por sua vez, o wealth management envolve outros aspectos, como sucessão, tributação e educação financeira. Portanto, o asset management pode fazer parte do wealth management, mas a gestão de fortuna não se resume a isso.

Para quem esse serviço é indicado?

Como o próprio nome sugere, o wealth management é orientado para clientes de alta renda e patrimônio maior. Não existe um limite mínimo a ser observado, mas é comum que o serviço esteja orientado, principalmente, a clientes com portfólio a partir de R$ 1 milhão.

É relevante considerar esse aspecto, porque os custos anuais desse serviço são mais elevados. Ao optar por um fundo exclusivo, por exemplo, é necessário pagar a gestão. Logo, pelos impactos na rentabilidade, o serviço tende a não fazer sentido para patrimônios menores.

Como contratar esse tipo de serviço financeiro?

Caso você deseje contar com o wealth management, é importante buscar profissionais e instituições sólidas do mercado financeiro. A XP Investimentos, por exemplo, conta com uma equipe qualificada para oferecer aos seus clientes o melhor serviço de wealth do país.

Contudo, saiba que qualquer investidor pode contar com suporte profissional para tirar dúvidas e ter suporte ao compor e investir seu patrimônio. Por meio de um escritório de assessoria de investimentos, por exemplo, você poderá conhecer diferentes oportunidades do mercado e obter ajuda para conquistar o que deseja.

Como você viu, o wealth management é um serviço financeiro relevante e que foca em ajudar no gerenciamento do patrimônio de modo completo. Sendo um cliente de alta renda, essa é uma alternativa que pode levá-lo a ser mais estratégico e ter mais praticidade no cotidiano.

Quer contar com suporte qualificado para entender melhor as alternativas de investimento que o mercado financeiro oferece? Entre em contato conosco do Atrio Investimentos e fale com nossos assessores!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

quer saber mais sobre investimentos?